Milho

Existem várias espécies e variedades de milho, todas pertencentes ao gênero Zea.

O milho (Zea mays L.), devido à sua multiplicidade de aplicações, quer na alimentação humana quer na alimentação animal, assume relevante papel socioeconômico, além de constituir-se em indispensável matéria-prima impulsionadora de diversificados complexos agroindustriais.

É um dos alimentos mais nutritivos que existem, contendo quase todos os aminoácidos conhecidos, sendo exceções a lisina e o triptofano.

O milho é um dos alimentos mais nutritivos que existem. Puro ou com ingredientes de outros produtos, é uma importante fonte de energia para o homem. Ao contrário do trigo e do arroz, que são refinados durante seus processos de industrialização, o milho conserva sua casca, que é rica em fibras, fundamental para a eliminação das toxinas do organismo humano.

Além das fibras, o grão de milho é constituído de carboidrato, proteínas, vitaminas (A e do Complexo B), sais minerais (ferro, fósforo, potássio, cálcio), óleo e grande quantidade de açúcares, gorduras, celulose e calorias.

É essencial para a produção de energia e funcionamento do sistema nervoso. Além disso, auxilia no funcionamento intestinal e aumenta a resistência do organismo às infecções.

O óleo de milho, cuja gordura é poliinsaturada, é uma das principais fontes de omega-6 existentes, contribuindo para a prevenção de distúrbios cardíacos. Outra propriedade de óleo de milho é seu elevadíssimo teor de vitamina E, que previne ou evita a ação dos chamados radicais livres.

O grão de milho reduzido à farinha ou desengordurado e convertido em amido de milho é de fácil digestão e muito nutritivo.

Além de suas virtudes como alimento, o milho tem uso como ingrediente básico para diversos processos industriais.

COTAÇÃO

MOEDA

COMPRA

VENDA

Dólar com .

Compra

R$ 3,1957

Venda

R$ 3,1963

Euro .

Compra

R$ 3,9186

Venda

R$ 3,9196